Moradores do Jacarezinho fazem doações de sopa e agasalhos pelo Rio

#CAMPANHADOAGASALHO

Quando o inverno chega, o frio aperta. E histórias que lembram o sufoco de quem não tem com o que se esquentar vêm à tona. Esta preocupação apareceu entre um grupo de moto-taxistas do Azul, localidade mais alta da favela do Jacarezinho, na Zona Norte do Rio de Janeiro.

20507593_826758314158576_1598544548725684658_o

Com a proximidade da estação mais gelada do ano, resolveram se juntar para ajudar o próximo. Além da doação de agasalhos, os motoristas também distribuem sopas, preparadas pela Dona Rose. O grupo já realizou duas entregas a moradores de rua. A primeira foi feita no Méier, próximo à estação de trem, no dia 14 de julho. A segunda aconteceu na última terça-feira (01), na Glória e na Praça da Cruz Vermelha, na região central da cidade. Ao todo, acreditam ter atendido cerca de 100 pessoas nas duas etapas. A ideia da campanha surgiu num dia frio no ponto de moto-táxi onde trabalham.

– A ideia surgiu com a chegada do frio. Nós estávamos conversando no ponto de moto-táxi, até que chegamos a esse assunto: “A gente está sentindo frio, imagina a galera que mora na rua. Vamos fazer uma campanha? Vamos!” – conta Vitor Hugo Lagrimante, moto-taxista e um dos idealizadores do projeto.

 

 

Moradores do Jacarezinho
abraçaram a causa

Os moto-taxistas contam que nada teria acontecido se os moradores do Jacarezinho não tivessem abraçado a causa. Toda a comunidade ajudou com doações de agasalhos, alimentos, empréstimo de carros para o frete do que foi arrecadado, compartilhando a ideia para que tudo não ficasse apenas na vontade. – Mesmo com tanta adversidade, nosso povo mostrou-se nobre. Temos nossas dificuldades, mas também sonhamos, lutamos, trabalhamos e, sobretudo, temos a compaixão pelo próximo. Também serve para mostrar que nossa favela não é apenas tiro, bandido, polícia e morte. Também somos sonhadores – comenta Lagrimante. O próximo passo do grupo é preparar uma festa para as crianças na própria favela, com direito a brincadeiras e brindes. Para o evento, os motoristas também vão pedir o apoio dos moradores do Jacarezinho. A equipe do alto do morro (que esta na final da 3ª copa jacarezinho) está também engrossando o caldo para campanha, pedindo que jogadores e torcedores, neste domingo,  contribuam da melhor forma com agasalhos e alimento. Vejam no evento do Jogo

Matéria assinada por: Marcelo Rezende, estudante jornalismo UERJ, goleiro e ídolo dos times, Anjos da Bola (CERES) e Toque de Bola FC, nascido e criado no Jacarezinho.

20525615_455738421466848_8061660753918649378_n

Anúncios

Sobre Coletivo Favela em Foco

A história Tudo começou no ano de 2007 na favela do Jacarezinho, depois de jovens da comunidade experimentarem uma oficina de fotografia dada por Fabio Caffé e Rovenna Rosa, fotógrafos da agência fotográfica Imagens do Povo, do Observatório de Favelas. Oficina essa que fez despertar o olhar dos jovens, e assim decidiram se reunir para criar uma mídia alternativa. Documentando o dia a dia da favela do Jacarezinho, no conceito de cultura/arte e a falta delas. O projeto era financiado pelo Cenpec e o Itaú Social, nos quais disponibilizavam verba para a condução do projeto. O projeto era feito na Ong Saúde e Cidadania, na favela do Jacarezinho. Onde os jovens criavam pautas, com a intenção de criar uma revista, que seria distribuída sem custo algum aos moradores do Jacarezinho, e as comunidades próximas, além dos colégios, ongs, empresas próximas. O projeto foi batizado de “Jacarezinho em Foco” e foi criado justamente para levar informação verdadeira de um cotidiano de vida muito pouco explorado. E que essa informação fosse distribuída por outros meios de comunicação (vídeos, blogs, sites de relacionamento). Com a proposta real de mudar o estereotipo que ainda se tem da favela, e que os temas abordados nas pautas sejam vistos com mais sensibilidade. Mostrando para quem quiser ver que na favela existe sim, gente que faz e acontece, tem suas dificuldades como em qualquer outro lugar, mas vive com harmonia e felicidade no local onde nasceu, cresceu, que vive onde vive por opção, e não por necessidade. Eram 6 pautas abordadas, cada qual com sua peculariedade de informação. Os jovens se organizavam para ir nas casas das pessoas, e assim se familiarizando com os moradores da comunidade. Sendo que, depois de 2 meses de projeto e 1 edição criada, o projeto infelizmente não teve continuidade. Já que os financiadores não permaneceram devido a cláusulas no contrato onde se dizia que o financiamento só seria feito no inicio do projeto, e que logo em seguida deveria ser tocado sozinho. Ou seja um auto sustentamento no qual não foi pensado na criação do projeto. Assim sem verba, alguns do jovens do Jacarezinho disperçaram um pouco, outros por necessidade precisaram sair para arrumar emprego. Infelizmente não foi dado continuidade, mas os jovens que permaneceram focados no que queriam, não desistiram. E no ano de 2009 os poucos jovens que ainda sonhavam com o projeto, se inscreveram na escola de fotógrafos populares por intermédio do antigo e até então professor e fotógrafo Fábio Caffé. Assim foi se reascendendo a chama mais uma vez pela fotografia. Assim, sabendo da dificuldade de divulgação do até então “Jacarezinho em Foco”. O professor Fábio Caffé deu uma forcinha, e informou a revista Viração, lá de São Paulo sobre o trabalho que tais jovens haviam feito. Logo depois de 1 mês depois da conversa... surgiu o interesse da redação da revista de divulgar uma galeria de fotos dessa galera na edição. Bem, feito isso os jovens começaram a criar esperanças mais acessas novamente. E, começaram a se reunir junto com outros integrantes da escola, inclusive fotógrafos formados da própria escola, para dar continuidade no projeto. Enquanto os jovens começavam a se reunir para o que de verdade gostariam de fazer... Alguns exemplares foram enviados e apresentados aos alunos da escola de fotógrafos populares, em sala de aula. Foi ae que a emoção tomou conta de todos, e de principalmente dos jovens participantes do “Jacarezinho em Foco” era uma parte do sonho sendo realizado. O que serviu de estímulo para a galera, e depois de algumas reuniões foi criado o até então, Coletivo Multimídia Favela em Foco.
Esse post foi publicado em Favela em Foco. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s