Estado Laico – Papa em Manguinhos

aRTE aTIVA!

 

catolicismo apostólico romano é atualmente a maior religião do Brasil, ativa no país desde o período pré-colonial, quando arbitrariamente introduzida por missionários que acompanhavam os colonizadores portugueses, enquanto escravizavam índios e negros por aqui.  Hoje, a Igreja Católica exerce atualmente grande influência nos aspectos políticos, sociaisculturais de muitos brasileiros, seja no campo simbólico, físico ou ideológico, porém, pesquisas apontam o crescimento da religião evangélica e a queda das religiões afro-brasileiras.
http://www.ibge.gov.br/estadosat/temas.php?sigla=rj&tema=censodemog2010_relig

 

Eu, Léo Lima, atuante do Coletivo Favela em Foco, não pretendo falar e desdobrar a prosa em religião alguma. Neste contemporâneo, algumas questões surgem e me inquietam, e acredito que inquietam os integrantes desse coletivo também, mesmo que por vezes possamos ter opiniões diferentes, temos total liberdade de nossas ações.

Aos que lembram: Um Estado laico é um conceito do secularismo, onde o Estado oficialmente se coloca como neutro em relação às questões religiosas, sendo assim, não apoiam e nem se opõem a nenhuma religião. Esse estado imaginário, “em cima do muro” e Zé Roela, visa  tratar todos seus cidadãos de maneira igualitária, independente da religião e não dá preferência a nenhuma religião também.

Em meio a manifestações e rebeliões populares por todo o Brasil, assassinatos não solucionados em Manguinhos, Jacarezinho e Maré, assim como o desaparecimento de Amarildo, morador da Rocinha e outras tantas causas, nos dias 23 a 28 de julho a JMJ 2013, foi realizada aqui no Rio de Janeiro e reuniu cerca de 3,7 milhões de pessoas, sendo a segunda maior concentração de jovens da história deste evento, custando mais de 
R$ 118 milhões, divididos entre os governos municipal, estadual e federal, referentes a segurança e organização do evento, sem contar os mais de R$ 26 milhões gastos nas obras do entorno e dragagem dos rios próximos ao terreno no bairro de Guaratiba, no qual se transformou em um grande piscinão de lama.

Nesta contradição, a Prefeitura e o Estado burguês, supostamente laico e muito Zé Ruela, justificaram as despesas afirmando que haveria grande mobilização de pessoas pela cidade, o que poderia gerar muitos lucros aos cofres públicos.

Mas… Quem usufrui com esses lucros?

No dia 25/07/2013, o Papa Francisco visitou a favela de Manguinhos, que atualmente sofre com as remoções arbitrárias da prefeitura e historicamente com a falta de serviços fundamentais, como saneamento básico, coleta de lixo, iluminação elétrica, saúde e etc… Nenhuma novidade quando tratamos de favelas em nosso país. Dificilmente o Papa pôde ver o que acontece em Manguinhos, como as remoções de famílias, tendo outras famílias ainda residindo do lado. Provavelmente ele não ficou sabendo da morte do jovem Matheus, 15 anos, dentre outras tantas questões que os próprios ativistas de Manguinhos podem dizer, como os abusos da UPP.

Não dá mais, precisamos discutir e criticar o posicionamento do estado que dá preferencia a certas religiões e ignoram outras, como ano passo quando financiou boa parte da marcha pra Jesus, organizada por Silas Malafaia. Se o estado laico, em sua ideologia não dá preferência, não apoia em nenhuma medida qualquer religião existente, então porque essa verba foi destinada a esses eventos? O estado laico tem como medida tratar todos de maneira igualitária, porém, como bem sabem, no evento do dia 27 em Copacabana, as catracas do metrô Arco Verde foram liberadas por conta das longas filas. Já pensou se o carnaval e a parada gay gritassem, os clássicos no antigo maraca falassem?

Para esse estado laico “PRIVADO” e igualitário, nada disso tem voz. Não interessa para o quem mora ou quem morou em Manguinhos. Importa que o Papa foi ali, “abençoou” a terra, transformando-a em mercado e show buzzines, não com suas mãos e sim com as sujas mãos dos que governam nosso país atualmente.

Afinal, quem é que paga o papa? Ops, o Pato?
Sim, mais uma vez as favelas. E o endereço da vez: Manguinhos!

Confiram as imagens feitas da visita do Papa em manguinhos.

Zé Roela significado informal – http://www.dicionarioinformal.com.br/zé%20ruela/

Anúncios

Sobre Coletivo Favela em Foco

A história Tudo começou no ano de 2007 na favela do Jacarezinho, depois de jovens da comunidade experimentarem uma oficina de fotografia dada por Fabio Caffé e Rovenna Rosa, fotógrafos da agência fotográfica Imagens do Povo, do Observatório de Favelas. Oficina essa que fez despertar o olhar dos jovens, e assim decidiram se reunir para criar uma mídia alternativa. Documentando o dia a dia da favela do Jacarezinho, no conceito de cultura/arte e a falta delas. O projeto era financiado pelo Cenpec e o Itaú Social, nos quais disponibilizavam verba para a condução do projeto. O projeto era feito na Ong Saúde e Cidadania, na favela do Jacarezinho. Onde os jovens criavam pautas, com a intenção de criar uma revista, que seria distribuída sem custo algum aos moradores do Jacarezinho, e as comunidades próximas, além dos colégios, ongs, empresas próximas. O projeto foi batizado de “Jacarezinho em Foco” e foi criado justamente para levar informação verdadeira de um cotidiano de vida muito pouco explorado. E que essa informação fosse distribuída por outros meios de comunicação (vídeos, blogs, sites de relacionamento). Com a proposta real de mudar o estereotipo que ainda se tem da favela, e que os temas abordados nas pautas sejam vistos com mais sensibilidade. Mostrando para quem quiser ver que na favela existe sim, gente que faz e acontece, tem suas dificuldades como em qualquer outro lugar, mas vive com harmonia e felicidade no local onde nasceu, cresceu, que vive onde vive por opção, e não por necessidade. Eram 6 pautas abordadas, cada qual com sua peculariedade de informação. Os jovens se organizavam para ir nas casas das pessoas, e assim se familiarizando com os moradores da comunidade. Sendo que, depois de 2 meses de projeto e 1 edição criada, o projeto infelizmente não teve continuidade. Já que os financiadores não permaneceram devido a cláusulas no contrato onde se dizia que o financiamento só seria feito no inicio do projeto, e que logo em seguida deveria ser tocado sozinho. Ou seja um auto sustentamento no qual não foi pensado na criação do projeto. Assim sem verba, alguns do jovens do Jacarezinho disperçaram um pouco, outros por necessidade precisaram sair para arrumar emprego. Infelizmente não foi dado continuidade, mas os jovens que permaneceram focados no que queriam, não desistiram. E no ano de 2009 os poucos jovens que ainda sonhavam com o projeto, se inscreveram na escola de fotógrafos populares por intermédio do antigo e até então professor e fotógrafo Fábio Caffé. Assim foi se reascendendo a chama mais uma vez pela fotografia. Assim, sabendo da dificuldade de divulgação do até então “Jacarezinho em Foco”. O professor Fábio Caffé deu uma forcinha, e informou a revista Viração, lá de São Paulo sobre o trabalho que tais jovens haviam feito. Logo depois de 1 mês depois da conversa... surgiu o interesse da redação da revista de divulgar uma galeria de fotos dessa galera na edição. Bem, feito isso os jovens começaram a criar esperanças mais acessas novamente. E, começaram a se reunir junto com outros integrantes da escola, inclusive fotógrafos formados da própria escola, para dar continuidade no projeto. Enquanto os jovens começavam a se reunir para o que de verdade gostariam de fazer... Alguns exemplares foram enviados e apresentados aos alunos da escola de fotógrafos populares, em sala de aula. Foi ae que a emoção tomou conta de todos, e de principalmente dos jovens participantes do “Jacarezinho em Foco” era uma parte do sonho sendo realizado. O que serviu de estímulo para a galera, e depois de algumas reuniões foi criado o até então, Coletivo Multimídia Favela em Foco.
Esse post foi publicado em Favela em Foco. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Estado Laico – Papa em Manguinhos

  1. Eduardo Kratochwil disse:

    A teocracia é ilegítima e cabe aos homens decidirem juntos o seu destino comum.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s