Manifestação pelo direito a moradia da família dos remédios

Foto: Naima

No dia 05/06/2012, dia Mundial do Meio Ambiente, cerca de 70 manifestantes compareceram ao Tribunal do Estado do Rio de Janeiro para uma manifestação de paz, aonde seria julgado o direito de permanência da família dos Remédios na Praia de Martim de Sá, localizada na Reserva Biológica da Juatinga, terra em que vivem há mais de 6 gerações.

Foto: Naima

Ao chegar para o julgamento, Seu Maneco, representante da família dos Remédios, emocionou-se com a recepção dos manifestantes que saudaram a família com uma salva de palmas calorosa. Surpreso e emocionado ele agradeceu a Deus e a todos os presentes: “Obrigado, muito obrigado vocês. Não esperava. Ô meu deus, te agradeço pai.”

O escritório do Dr. Zveiter, ex-ministro do Superior Tribunal de Justiça, responsável pela defesa dos autores da ação (espólio de Antônio Rocha Pacheco) de reintegração de posse, solicitou o adiamento do julgamento, remarcado para a próxima terça-feira, dia 12/06/2012 às 13:00 no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.

Uma grande corrente solidária se estabeleceu através da internet em favor da Família dos Remédios. Em menos de 3 dias cerca de 7000 pessoas de todo o mundo assinaram a petição em favor da família, disponível no site AVAAZ.org . A campanha continuará acessível até o dia

12/06/2012, quando as assinaturas serão entregues aos desembargadores Celso Ferreira Filho e Ricardo Rodrigues Cardozo, que julgarão o caso. Uma nova manifestação de apoio ocorrerá neste dia, a partir das 12:00, no mesmo local.

No mesmo dia, uma manifestação aconteceu simultaneamente no aeroporto Santos Dumont.

Vejam a galeria de fotos

E Também a documentação fotografica feita pela fotografa Naíma Silva, 2009, sobre a família dos Remédios, a grande família Caiçara.
Eles precisam permanecer no local, essa é a luta.
Confiram aqui.

Anúncios

Sobre Coletivo Favela em Foco

A história Tudo começou no ano de 2007 na favela do Jacarezinho, depois de jovens da comunidade experimentarem uma oficina de fotografia dada por Fabio Caffé e Rovenna Rosa, fotógrafos da agência fotográfica Imagens do Povo, do Observatório de Favelas. Oficina essa que fez despertar o olhar dos jovens, e assim decidiram se reunir para criar uma mídia alternativa. Documentando o dia a dia da favela do Jacarezinho, no conceito de cultura/arte e a falta delas. O projeto era financiado pelo Cenpec e o Itaú Social, nos quais disponibilizavam verba para a condução do projeto. O projeto era feito na Ong Saúde e Cidadania, na favela do Jacarezinho. Onde os jovens criavam pautas, com a intenção de criar uma revista, que seria distribuída sem custo algum aos moradores do Jacarezinho, e as comunidades próximas, além dos colégios, ongs, empresas próximas. O projeto foi batizado de “Jacarezinho em Foco” e foi criado justamente para levar informação verdadeira de um cotidiano de vida muito pouco explorado. E que essa informação fosse distribuída por outros meios de comunicação (vídeos, blogs, sites de relacionamento). Com a proposta real de mudar o estereotipo que ainda se tem da favela, e que os temas abordados nas pautas sejam vistos com mais sensibilidade. Mostrando para quem quiser ver que na favela existe sim, gente que faz e acontece, tem suas dificuldades como em qualquer outro lugar, mas vive com harmonia e felicidade no local onde nasceu, cresceu, que vive onde vive por opção, e não por necessidade. Eram 6 pautas abordadas, cada qual com sua peculariedade de informação. Os jovens se organizavam para ir nas casas das pessoas, e assim se familiarizando com os moradores da comunidade. Sendo que, depois de 2 meses de projeto e 1 edição criada, o projeto infelizmente não teve continuidade. Já que os financiadores não permaneceram devido a cláusulas no contrato onde se dizia que o financiamento só seria feito no inicio do projeto, e que logo em seguida deveria ser tocado sozinho. Ou seja um auto sustentamento no qual não foi pensado na criação do projeto. Assim sem verba, alguns do jovens do Jacarezinho disperçaram um pouco, outros por necessidade precisaram sair para arrumar emprego. Infelizmente não foi dado continuidade, mas os jovens que permaneceram focados no que queriam, não desistiram. E no ano de 2009 os poucos jovens que ainda sonhavam com o projeto, se inscreveram na escola de fotógrafos populares por intermédio do antigo e até então professor e fotógrafo Fábio Caffé. Assim foi se reascendendo a chama mais uma vez pela fotografia. Assim, sabendo da dificuldade de divulgação do até então “Jacarezinho em Foco”. O professor Fábio Caffé deu uma forcinha, e informou a revista Viração, lá de São Paulo sobre o trabalho que tais jovens haviam feito. Logo depois de 1 mês depois da conversa... surgiu o interesse da redação da revista de divulgar uma galeria de fotos dessa galera na edição. Bem, feito isso os jovens começaram a criar esperanças mais acessas novamente. E, começaram a se reunir junto com outros integrantes da escola, inclusive fotógrafos formados da própria escola, para dar continuidade no projeto. Enquanto os jovens começavam a se reunir para o que de verdade gostariam de fazer... Alguns exemplares foram enviados e apresentados aos alunos da escola de fotógrafos populares, em sala de aula. Foi ae que a emoção tomou conta de todos, e de principalmente dos jovens participantes do “Jacarezinho em Foco” era uma parte do sonho sendo realizado. O que serviu de estímulo para a galera, e depois de algumas reuniões foi criado o até então, Coletivo Multimídia Favela em Foco.
Esse post foi publicado em Favela em Foco. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Manifestação pelo direito a moradia da família dos remédios

  1. LUCIA MEDINA disse:

    A distribuição de riquezas é muito injusta no BRASIL todo; por exemplo em BELO HORIZONTE MG tem uma família de MARIA JOSÉ FERREIRA DE LIMA BELISÁRIO que são donos de inúmeros ; imóveis ; ruas de prédios ;empresas e eles tem uma fortuna enorme atá no exterior ; enquanto o trabalhador vive na pobreza .

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s