Ocupação da ladeira do Russel sofre desalojo

No dia 19 de maio, a série A grande Família no episódio O eleito, teve como tema central a ocupação de um imóvel, por um grupo de pessoas sem-teto. Sempre tratados pelo termo “invasores” e não “ocupantes”.

As famílias de classe média da série, defendiam com unhas e dentes a propriedade ocupada. Inclusive chegando ao ápice de invadirem o salão dispostos a tirarem os ocupantes à força.

Em contraposição ao movimento dos moradores da região, o personagem (Lineu) se opunha a drasticidades, mas sem deixar de frisar que a Associação de moradores deveria encaminhar ofício a prefeitura exigindo o desalojo dos “invasores”.

Isso parecia um anúncio do que estava acontecendo (e anda acontecendo pela cidade) no mesmo dia e se concretizaria          no dia seguinte. Coincidência? Ou não…ao mesmo momento que a série era exibida, o Coletivo Favela em Foco registrava os últimos momentos dos ocupantes que residiam na Ladeira do Russel, nº 51 e 45, que seriam desabrigados na manhã seguinte.

Morador e seus pertences na calçada em frente ao número 45

O dia 20 chegou. O dia estava cinza, chuvoso, o clima tenso. Famílias nas calçadas, pertences, crianças e animais no meio fio, risos de oficiais de “justiça”, cenas inumanas.

Moradores levando seus pertences nos carros

Ao início da operação de remoção das famílias, o Coletivo foi impedido pelos oficiais de “justiça” de fotografar. Alegaram que os fotógrafos não tinham identificação, mas também não estavam identificados. E questionados quanto a isso, responderam: ”Querem nos comparar a vocês?”

Ameaças foram jogadas no ar, que câmeras e filmadoras seriam apreendidas. Não poderíamos estar ali. Será? Por quê?

Coincidência ou não o Hotel Glória, propriedade do empresário Eike Batista , está em obra e se localiza na frente da ocupação. Depoimentos afirmam que algumas pessoas que estavam ali, dizendo estar cumprindo uma ordem judicial, usavam por debaixo da roupa uniforme do hotel Glória.

Apartamento vazia após a saida dos moradores

Coincidência ou não, a Copa está chegando, e os turistas vindo junto. Isso pede uma reforminha básica nos setores hoteleiros. Tadinhos dos turistas, eles não podem ficar desalojados e ter as vistas de seus luxuosos quartos de hotel prejudicadas pela imagem de uma humilde Ocupação.

Coincidência ou não, o juiz que se recusou a receber os ocupantes, que pediam alguns dias a mais para conseguirem novos locais de moradia, tem relação direta com grupos imobiliários, segundo fontes.

Apesar de tudo, os moradores não se opuseram ao desalojamento e se retiraram pacificamente.

 É proibido morar. É proibido fotografar. É proibido opinar. É proibido e pronto?

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Clique e veja galeria

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Anúncios

Sobre Coletivo Favela em Foco

A história Tudo começou no ano de 2007 na favela do Jacarezinho, depois de jovens da comunidade experimentarem uma oficina de fotografia dada por Fabio Caffé e Rovenna Rosa, fotógrafos da agência fotográfica Imagens do Povo, do Observatório de Favelas. Oficina essa que fez despertar o olhar dos jovens, e assim decidiram se reunir para criar uma mídia alternativa. Documentando o dia a dia da favela do Jacarezinho, no conceito de cultura/arte e a falta delas. O projeto era financiado pelo Cenpec e o Itaú Social, nos quais disponibilizavam verba para a condução do projeto. O projeto era feito na Ong Saúde e Cidadania, na favela do Jacarezinho. Onde os jovens criavam pautas, com a intenção de criar uma revista, que seria distribuída sem custo algum aos moradores do Jacarezinho, e as comunidades próximas, além dos colégios, ongs, empresas próximas. O projeto foi batizado de “Jacarezinho em Foco” e foi criado justamente para levar informação verdadeira de um cotidiano de vida muito pouco explorado. E que essa informação fosse distribuída por outros meios de comunicação (vídeos, blogs, sites de relacionamento). Com a proposta real de mudar o estereotipo que ainda se tem da favela, e que os temas abordados nas pautas sejam vistos com mais sensibilidade. Mostrando para quem quiser ver que na favela existe sim, gente que faz e acontece, tem suas dificuldades como em qualquer outro lugar, mas vive com harmonia e felicidade no local onde nasceu, cresceu, que vive onde vive por opção, e não por necessidade. Eram 6 pautas abordadas, cada qual com sua peculariedade de informação. Os jovens se organizavam para ir nas casas das pessoas, e assim se familiarizando com os moradores da comunidade. Sendo que, depois de 2 meses de projeto e 1 edição criada, o projeto infelizmente não teve continuidade. Já que os financiadores não permaneceram devido a cláusulas no contrato onde se dizia que o financiamento só seria feito no inicio do projeto, e que logo em seguida deveria ser tocado sozinho. Ou seja um auto sustentamento no qual não foi pensado na criação do projeto. Assim sem verba, alguns do jovens do Jacarezinho disperçaram um pouco, outros por necessidade precisaram sair para arrumar emprego. Infelizmente não foi dado continuidade, mas os jovens que permaneceram focados no que queriam, não desistiram. E no ano de 2009 os poucos jovens que ainda sonhavam com o projeto, se inscreveram na escola de fotógrafos populares por intermédio do antigo e até então professor e fotógrafo Fábio Caffé. Assim foi se reascendendo a chama mais uma vez pela fotografia. Assim, sabendo da dificuldade de divulgação do até então “Jacarezinho em Foco”. O professor Fábio Caffé deu uma forcinha, e informou a revista Viração, lá de São Paulo sobre o trabalho que tais jovens haviam feito. Logo depois de 1 mês depois da conversa... surgiu o interesse da redação da revista de divulgar uma galeria de fotos dessa galera na edição. Bem, feito isso os jovens começaram a criar esperanças mais acessas novamente. E, começaram a se reunir junto com outros integrantes da escola, inclusive fotógrafos formados da própria escola, para dar continuidade no projeto. Enquanto os jovens começavam a se reunir para o que de verdade gostariam de fazer... Alguns exemplares foram enviados e apresentados aos alunos da escola de fotógrafos populares, em sala de aula. Foi ae que a emoção tomou conta de todos, e de principalmente dos jovens participantes do “Jacarezinho em Foco” era uma parte do sonho sendo realizado. O que serviu de estímulo para a galera, e depois de algumas reuniões foi criado o até então, Coletivo Multimídia Favela em Foco.
Esse post foi publicado em Favela em Foco. Bookmark o link permanente.

4 respostas para Ocupação da ladeira do Russel sofre desalojo

  1. Davi Marcos disse:

    Bravo trabalho, bater de frente faz parte, sempre haverão os que querem calar, em contra ponto, sempre existirão coletivos e indivíduos dispostos a dar voz e fazer aparecer as mentiras e podridões que mantém a “ordem e o progresso”…

  2. Poeta Xandu disse:

    Inda bem que os brucutu não meteram o equipamento de vocês – senão essa reportagem seria multiplicada em lágrimas…
    É isso que eu digo:
    cresci na ditadura, mas vi democracia fazer pior. Em carências de todo tipo, falta de moradias, ação de repressão furiosa, mortes, muitas mortes para os pobres. Deveres sem direitos.
    Fica o Favela-Em-Foco.

    Fizeram bom trabalho + uma vez!
    Leitor contumaz – Poeta Xandu

  3. marcelo claudio disse:

    AOS DESALOJADOS INFORMO QUE PODEM VIR A OCUPAR ALGUMA DAS 100 CASAS QUE A PREFEITURA QUEBROU NA LADEIRA DOS TABAJARAS EM BOTAFOGO POIS OS MORADORES ASSUSTADOS VENDERAM PARA ELES.
    O ASSUNTO É QUE ELES QUEBRARM AS JANELAS E FAZEM UM BURACO NA LAJE, MAIS AS CASAS CONTINUAM EM PÉ.
    INSISTO, PODEM VIR E CONFERIR A COVARDIA DE ESSA PREFEITURA EM NOSSA COMUNIDADE E EM TODAS AS COMUNIDADE DO RIO DE JANEIRO

  4. Léo disse:

    Beleza galeraa,
    otimo trabalho, devemos divulngar pra todo mundo essa postagem, ficou muito boooa !
    mas nao podemos ficar só naas fotografias, devemos dar voz a esse povo que acabou de sofrer tudo isso.

    abraços galera, vamos lá é Favela em Foco mesmo !

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s